repressão

A Europa contra os cidadãos

Sob a capa da luta anti-terrorista, a Europa, depois de se ter cercado de arame farpado, fortifica-se por dentro e pretende, no limite, construir ficheiros com os dados de todos os humanos que habitem ou cruzem o seu território.

A União Europeia (UE) irá alterar os códigos fronteiriços de Schengen de forma a introduzir controlos sistemáticos (até aqui reservados apenas para cidadãos de países terceiros) de cidadãos comunitários nas fronteiras externas da zona de circulação livre da UE.

Syndicate content