Leite: "Bem" Essencialmente Cruel

Data: 
Sat, 24/02/2018 - 15:30
Local: 
Rua do Carmo - Lisboa

Integrada com a acção mensal de Fevereiro da Direct Action Everywhere, a Acção Directa sairá à rua novamente para uma iniciativa com o tema 'Leite: "Bem" Essencialmente Cruel', no dia 24 de Fevereiro das 15h30 às 17h30. A exemplo de 2016, teremos uma estrutura com imagens contando uma história acerca da realidade da indústria do leite, distribuíremos flyers informativos em português e inglês e teremos activistas com cartazes alusivos, criados por nós. Porém, se quiserem trazer os vossos, estão à vontade, desde que não contenham mensagens ofensivas.

Hoje, mais do que nunca, os cidadãos detêm mais conhecimento e estão atentos à realidade das indústrias exploratórias, sabendo que os supostos benefícios do consumo de lacticínios não são mais do que estratégias de marketing enganosas. Os números não mentem, as vendas de leite caíram 11% em 2016 (https://www.publico.pt/2018/01/19/sociedade/noticia/venda-de-leite-caiu-...), a cada dia útil é fechada uma unidade de exploração em Portugal (http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/a-cada-dia-util-fecha-uma-ex...) e os produtores mostram-se desesperados e alarmados com essa consciencialização e informação dos consumidores: http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/desinformacao-fez-cair-consu....

Números à parte, toda a indústria dos lacticínios aposta na insistente ideia de que devemos beber uma secreção - produzida de uma mãe para um filho - ou usá-la em variados produtos (como queijos, iogurtes, natas, etc...) , como se nos pertencesse e nos fosse natural. Baseando-se em falaciosas premissas de que o leite é fundamental para combater a osteoporose e é uma fonte fidedigna de cálcio, as indústrias exploratórias de animais continuam a lucrar à custa da instrumentalização cruel de vacas e bezerros. Escudando-se nos hábitos e na desinformação que ainda pautam as escolhas da maioria dos consumidores, estas empresas produtoras de leite mantêm-se impunes, crime após crime.

Apesar de os números respeitantes ao consumo destes produtos apontarem para um claro declínio, evidenciando uma clara evolução da nossa sociedade, estamos cientes de que não bastam enquanto houverem vacas a serem violadas e filhos a serem roubados das suas mães.

Participem, a vossa presença é insubstituível e, se não puderem estar presentes, partilhem o evento (massivamente!). Convidem amigos, juntem-se a nós pelos animais =)

evento: https://www.facebook.com/events/148951665789619/