Debate | Trabalho Doméstico Não-Remunerado

Data: 
Sun, 22/04/2018 - 17:00
Local: 
Disgraça - Rua da Penha de França, 217B - Lisboa

A Assembleia Feminista de Lisboa convida os coletivos feministas, movimentos sociais e operários para debater o Trabalho Doméstico Não-Remunerado.

DISCUSSÃO:

Desde os anos 60/70, o feminismo iniciou a luta contra a invisibilização do trabalho doméstico não-remunerado e pelo seu reconhecimento como trabalho. Reconhecer que o cuidar, criar, educar, alimentar, entre outras tarefas, é uma das mais intensivas tarefas na sociedade e da qual o Capitalismo depende e se alimenta, enquanto sistema que explora a força de trabalho humana, é reconhecer que esta não é uma atividade limitada à esfera privada de nossas vidas, mas sim parte intrínseca da vida pública e do todo político.

Neste debate, propomos os seguintes questionamentos, a serem discutidos entre as perspectivas dos diversos coletivos e público presentes:

► Como dissociar o trabalho doméstico da figura feminina como um "trabalho de mulher" e combater esta que é uma das formas da violência de género?

► O trabalho doméstico é uma questão de classe?

► Como a existência e legitimação do serviço doméstico assalariado (para outrém) se relaciona com a opressão patriarcal, o colonialismo, o capitalismo e como emancipar essa classe trabalhadora?

► Como a violência doméstica deve ser entendida dentro da proposta do trabalho doméstico remunerado?

Tragam suas questões e venha debater connosco pela emancipação das mulheres e da classe trabalhadora!

--------------------------------------------------------------------------------------

COLETIVOS CONFIRMADOS:

- ROSA (CIT/SR)
- Assembleia Feminista
- Roda das Pretas

--------------------------------------------------------------------------------------

Neste evento, serão recolhidas assinaturas para a Campanha Por uma Rede de Creches Públicas em Lisboa e haverá lanche para arrecadação de fundos da AFL.

evento: https://www.facebook.com/events/1740735335975583/