A política de ocupação israelense: o caso de Jerusalém

Data: 
Sat, 26/05/2018 - 16:00
Local: 
Liquidâmbar - Praça da República, 28, 1º - Coimbra

O ano de 2018 marca 70 anos desde a Nakba – a “catástrofe”, em árabe, que ocasionou a expulsão de mais de 700.000 palestinos de seus lares, em razão da criação do Estado de Israel, fruto de um projeto sionista de uma nação judaica, que intensificou o processo já existente de ocupação do território Palestino e de limpeza étnica, com o aval e o apoio da comunidade internacional, notadamente dos Estados Unidos da América.

Desde então, a situação do povo palestino tem se agravado com o crescimento dos assentamentos israelenses ilegais nos territórios ocupados, a intensificação da militarização dos espaços, o aprisionamento de crianças, adolescentes e ativistas que ousam resistir e lutar pela manutenção de sua terra. São diversas as estratégias de opressão promovidas pelo Estado de Israel, que passa pela apropriação cultural, apagamento da história, confisco da água, demolição de casas, incentivo ao crescimento demográfico de judeus israelenses, anexação ilegal de territórios palestinos da Cisjordânia e estado permanente de controle e vigilância.
Após Donald Trump anunciar a mudança definitiva da embaixada norte-americana de Tel Aviv para Jerusalém, de maneira inédita e contra todas as resoluções e acordos internacionais, inúmeros protestos foram convocados em todo o mundo contra a decisão.

Com o objetivo de promover o debate, a consciência e, sobretudo, a mobilização contra o apartheid israelense e suas contínuas violações dos direitos humanos, promoveremos um encontro, a realizar-se dia 26 de maio, às 16h00, no Liquidâmbar, em Coimbra, com a mediação do Coletivo Vozes Importunas e a participação de Zakri Odel, ativista palestino, e Marisa Matias, deputada no Parlamento Europeu, eleita pelo Bloco de Esquerda.
_____

Zakri Odel é palestino refugiado de Lifta, vila de onde sua família foi expulsa em 1948. Vive, trabalha e luta em Jerusalém. Formado em Direito e Política, com pós-graduação em Relações Internacionais, mestrado em Desenvolvimento Econômico e Social e em Administração, é atualmente diretor executivo de uma coalizão palestina pelos direitos humanos.

Marisa Matias é Investigadora do Centro de Estudos Sociais e é doutorada pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Atualmente é deputada no Parlamento Europeu, eleita em 2009 pelo Bloco de Esquerda, onde integra as Comissões de Indústria, investigação e energia (ITRE) e Economia a assuntos financeiros (ECON). Desde 2014 é Presidente da Delegação do Maxereque, responsável pela manutenção e desenvolvimento das relações entre o Parlamento Europeu e Líbano, a Jordânia, a Síria e o Egito.

OBS: O evento será em inglês.

evento: https://www.facebook.com/events/177013843000707/