Condenada a mulher que pediu a demissão de Passos Coelho no Parlamento

A mulher que, a 11 de Março de 2015, gritou a Passos Coelho, a partir das galerias da Assembleia da República, “Metes nojo ao povo” e “Demissão”, foi condenada nesta quinta-feira a seis meses de pena de prisão, que são substituídos por uma multa de 1440 euros.

Ana Nicolau, uma desempregada agora prestes a fazer 40 anos, não estava sozinha: com ela gritavam mais dezena e meia de pessoas, a maioria da associação Precários Inflexíveis. Manifestavam-se após a divulgação, pelo PÚBLICO, das dívidas do então primeiro-ministro à Segurança Social. Ana Nicolau foi a única manifestante cujo processo chegou a julgamento, por prática do crime de perturbação do funcionamento de órgão constitucional, que é punível com até três anos de prisão.

Vê o resto aqui

Entretanto, foi criado um grupo para tratar dum Crowdfunding que cubra as despesas em que Ana Nicolau incorre(u). A própria agradece, mas pede que não se iniciem as trasferências de dinheiro, "porque não sei ainda quando/se/em que moldes iremos recorrer".

Condenada a mulher que pediu a demissão de Passos Coelho no Parlamento

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas