Projecto Es.Col.A brutalmente despejado pela polícia

O projecto Es.Col.A, Espaço Colectivo Autogestionado do Alto da Fontinha, no Porto, foi esta manhã brutalmente despejado pela polícia. A polícia encapuçada arrombou o gradeamento, derrubou o mastro e entrou na antiga escola primária. O bairro foi cercado pela polícia, com pelo menos 10 carrinhas policiais e outros tantos carros da PSP.

Com forte aparato policial e elevado apoio da população local, há relatos de várias agressões por parte da polícia aos resistentes pacíficos, dentro e fora do edifício. Há pelo menos uma pessoa ferida e duas detidas.

Duzentas pessoas estão a manifestar-se junto à câmara municipal do Porto, que já se encontrava gradeada e "guardada" por agentes policiais. Antes houve uma concentração junto à esquadra da rua do Heroísmo, onde estão os detidos, e uma assembleia popular no Largo da Fontinha, que juntou mais de cem pessoas.

Entretanto, o material do Es.Col.A está a ser destruído, arremessado pelas janelas, a mando da autarquia, e a escola está a ser emparedada.

Segue todas as actualizações aqui no Indymedia e publica as tuas próprias informações (textos, fotos e vídeos)!

Galeria
Projecto Es.Col.A brutalmente despejado pela polícia