Força Tática: Tropa de Elite de Mato Grosso

Mato Grosso possui sua Tropa de Elite, especializada em progressão em lugares de risco, gerenciamento de crise, negociação de reféns, entradas táticas em corredores, rapel tático e planejamento operacional de alto risco.

A necessidade de uma unidade especializada se faz necessário, devido ao alto indice de criminalidade nos grandes e médios centros urbanos. As Organizaçôes criminosas atuam de maneira eficiente no desrespeito à lei, exigindo do estado uma constante atualização dos meios de dissuação à seu dispor. E uma força policial especializada no combate a todo tipo de contravenção e, principalmente, no combate ao tráfico de drogas, é de suma importância para a manutenção da lei e da ordem.

A Força Tática de Mato Grosso foi criada neste contexto.

Força Tática de Barra do Garças

A Unidade da Força Tática de Barra do Garças tem se sobressaído no combate à criminalidade. Por estar situada em região de fronteira e responsável por uma grande extenção de terras - que vai desde a nascente do Araguaia até o baixo Xingu, divisa com o Pará - o combate à criminalidade tem suas peculiaridades. Não bastasse a enorme extensão de terras e as grandes distâncias entre uma cidade e outra, o Vale do Araguaia ainda faz divisa com o sul do Pará, região que se tornou um verdadeiro Faroeste dos filmes Hollywoodianos. Os criminosos tendem a fazer da vastidão desabitada do Vale do Araguaia, esconderijo. Portanto, a responsabilidade da Força Tática de Barra do Garças é bem maior do que das demais unidades matogrosensses.

Mas a Força Tática de Barra do Garças não atua somente para impedir que o Vale do Araguaia se transforme também em um Faroeste ao estilo do Pará, tarefa exitosa até o momento. A principal atividade da Tropa de Elite de Barra do Garças tem sido o combate ao tráfico de drogas. Barra do Garças é uma cidade turística, badalada a maior parte do ano com grandes eventos e, como não podia deixar de ser, possui um elevado número de consumidores de entorpecentes. Isto faz da cidade alvo de organizaçôes criminosas especializadas no tráfico de drogas. E o combate a esta "praga" tem sido sistemática. Além da guerra psicológica imposta pela Unidade da Força Tática, com presença constante nos bairros periféricos, o combate à venda de entorpecentes também tem sido efetuado com sucesso.

Não basta somente combater o crime, como tradicionalmente se fazia no Brasil. A situação nas cidades brasileiras são idênticas à vivida por Nova York nas décadas de 70 e 80. Lá, para vencer a criminalidade, criou-se o conceito de "Tolerância Zero". Nada, absolutamente nada, ligado ao crime, era irrelevante para a policia daquela cidade. Seja o menor crime até aos grandes, tudo era combatido, nada era tolerado.

Este, parece-me, também é o princípio seguido pela Tropa de Elite de Mato Grosso e pela unidade de Barra do Garças.

Fonte: Portal Militar Brasileiro
http://100militar.blogspot.com/2010/06/forca-tatica-tropa-de-elite-de-ma...

Galeria
Força Tática: Tropa de Elite de Mato Grosso
PublicarMelodias