Numa coisa estou de acordo com a Dr.ª Isabel Jonet

  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: INSERT into captcha_sessions (uid, sid, ip_address, timestamp, form_id, solution, status, attempts) VALUES (0, 'rmrc9dqudska6lild81jmeo433', '54.224.179.98', 1406886540, 'comment_form', 'cbcb30f378acdae3d1a80069f65ed12d', 0, 0) in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.inc on line 99.
  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: UPDATE captcha_sessions SET token='36e329497abd1181cb0dcbf5f6dc00b3' WHERE csid=0 in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.module on line 216.
  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: UPDATE captcha_sessions SET timestamp=1406886540, solution='1' WHERE csid=0 in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.inc on line 111.

NUMA COISA CONCORDO COM A DR.ª ISABEL JONET

A Dr.ª Isabel Jonet veio mais uma vez reafirmar o que tinha dito a propósito de pobreza. Nada de estranho para quem tem a mentalidade que tem. A mentalidade da caridadezinha. O seu discurso cairá bem nos salões da Quinta da Marinha, como cairia bem no tempo da outra senhora, no tempo em que quando as criadas iam à porta deixar uma esmola aos pobres nunca se esqueciam de reafirmar o que a patroa tinha dito «e agora veja lá não vá gastar tudo em vinho».
Foi mais ou menos o mesmo que disse a Dr.ª Isabel Jonet quando afirmou que se tem de escolher entre beber um copo numa diversão nocturna ou pagar o Raio X na urgência do hospital. A Dona Isabel continua a pensar que os pobres não têm direito a divertir-se e terão de continuar a lavar os dentes com um copo de água mesmo que os ricos encham as suas piscinas e continuem a regar os campos de golfe quando a água escasseia como costuma acontecer no Verão algarvio. Afinal os ricos são ricos, os pobres são pobres.
E já nem falo dos bifes. Num país onde milhares de crianças chegam às escolas sem tomar o pequeno-almoço é obsceno alguém vir dizer que temos de aprender a empobrecer.
Agora numa coisa eu concordo com a Dr.ª Isabel é quando ela diz que vivemos acima das nossas possibilidades. Lá nisso concordo. Continuamos a portar-nos como ricos. Continuamos, sim senhora. Continuamos a pagar o buraco do BPN que os banqueiros arruinaram, continuamos a pagar parcerias público privadas criminosas, continuamos a pagar juros usurários à Troika, a subsidiar com rendas os negócios da china da energia da EDP, a torrar o dinheiro da segurança social em aplicações financeiras nas Bolsas internacionais e a subsidiar os nossos bancos.
Está na hora de acabar com isto tudo e de deixarmos de viver acima das nossas possibilidades.

http://comunidade.sol.pt/blogs/contramestre/default.aspx

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias