Familias despejadas de S.ta Filomena no IHRU a exigir reunião

  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: INSERT into captcha_sessions (uid, sid, ip_address, timestamp, form_id, solution, status, attempts) VALUES (0, 'ofbrsd08vjhuj69ghj3ifjuoa2', '54.227.56.174', 1406864636, 'comment_form', 'd261a533e2f268081119e81587a9e2a0', 0, 0) in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.inc on line 99.
  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: UPDATE captcha_sessions SET token='9ecbef92549e5403c41f41860f8bb625' WHERE csid=0 in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.module on line 216.
  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: UPDATE captcha_sessions SET timestamp=1406864636, solution='1' WHERE csid=0 in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.inc on line 111.

Hoje, pelas 15h, as famílias despejadas do Bairro de Santa Filomena
vão dirigir-se ao Presidente do IHRU para exigir soluções.

O despejo de famílias para a rua, que não têm condições económicas de alojamento no mercado livre, é um comportamento criminoso que vai contra os direitos humanos, a Constituição e revela um grande desprezo por parte da Câmara da Amadora pela vida e dignidade das pessoas que habitam o seu município.

O silêncio das restantes autoridades é gritante na sua cumplicidade.

As famílias ontem despejadas vão hoje dirigir-se hoje ao IHRU, Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana, para exigir o cumprimento de uma política de habitação. É preciso compreender que o PER (Programa Especial de Realojamento) está caduco, e não pode continuar a legitimar a exclusão de pessoas nos realojamentos prosseguidos pelos municípios. Se, depois do PER cujo recenseamento foi em 1993, não se criaram outros programas, nem uma política de habitação para quem não tem recursos suficientes para aceder ao mercado livre e especulativo, então, é necessário suspender as demolições e desenvolver respostas para todas as famílias que correm o risco de ficar sem alojamento nos próximos tempos, à custa da evidente crise económica que estamos a atravessar e da insensibilidade das autarquias.

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias