RTP - Imagens da 'manif' pedidas por Unidade secreta da PSP

O pedido original para a obtenção de imagens televisivas não editadas da manifestação de 14 de Novembro partiu do Núcleo de Informações da PSP, uma unidade de natureza secreta integrada na Unidade Especial de Polícia, avança a edição desta quarta-feira do jornal Público. O objectivo da solicitação era o de poder vir a usar estas imagens em tribunal.

O novelo do caso da cedência indevida de imagens da manifestação do dia da greve geral continua a desenrolar-se e novos pormenores cão sendo conhecidos. O pedido foi feito às televisões pelo Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, mas a ordem partiu de uma hierarquia superior: do Núcleo de Informações da PSP, uma unidade de natureza secreta integrada na Unidade Especial de Polícia.

Refira-se que o pedido terá sido feito já depois de os dois elementos da PSP terem visualizado as imagens, acompanhados de alguns elementos da direcção de Informação do canal do Estado, avança o Público, inclusive na presença de uma jornalista que estivera no meio dos confrontos. A solicitação posterior, feita por email, identificava então os tempos exactos das imagens que se pretendiam, pedindo também que, "se possível, estas imagens devem ser identificadas com o logo RTP", cita o Público.
PUB

A intenção última da PSP era a de vir a utilizar estas imagens como meio de prova em tribunal.

Por outro lado, a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) convocou uma audição, no âmbito da qual começarão a ser ouvidos já na próxima semana os intervenientes da RTP no caso, sendo que o presidente deste órgão, Carlos Magno, decidiu também abrir um processo de inquérito.

Comentários

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias