Pussy Riot colocada em cela isolada para reeducação

Maria Alekhina, um dos dois elementos do grupo russo punk-rock "Pussy Riot" a cumprir dois anos de prisão, foi transferida para uma cela de castigo para reeducação, informaram hoje os serviços prisionais russos.

Um funcionário dos serviços prisionais de Perm, nos Urais, declarou à agência noticiosa russa Interfax que está a ser realizado um trabalho educativo individual com Alekhina, mas acrescentou que a detida vai ficar numa cela isolada até que a direção do presídio tome outra decisão.

"Ela irá ficar lá enquanto não tomar outra decisão, ou até que a direção não tome outra decisão", frisou.

"Com a reclusa Alekhina está a ser realizado um trabalho individual de educação para que se adapte ao coletivo. Na equipa em que foi integrada reina um clima psicológico normal, mas ela ainda se encontra num lugar seguro no território da prisão", precisou o funcionário.

Alekhina, de 24 anos, foi castigada esta semana por se levantar com 20 minutos de atraso, um dos habituais motivos de sanção no estabelecimento prisional.

Lê o resto
http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=2933610&seccao=Eu...

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias