Movimento Occupy convoca “Greve à Dívida” em todo o mundo

Sob o mote “You are not a loan, you are not alone” (”Não és um empréstimo, não estás sozinho”), o grupo “Strike Debt” (Greve à Dívida) do Occupy Wall Street ambiciona desencadear um movimento de resistência ao reembolso das dívidas. A operação tem vindo a ganhar apoio em todo o mundo, e é bem capaz de trazer um novo fôlego ao movimento de protestos nascido há um ano.

A premissa base, lançada numa declaração conjunta pelos movimentos Occupy Wall Street, Democracia Real Já, 15-M, e várias outras organizações, é a exigência de uma auditoria cidadã à dívida: "Às instituições financeiras do mundo só temos uma coisa a dizer: não vos devemos nada."

Dívidas de hipoteca, de saúde, empréstimos a estudantes, cartões de crédito, ou até dívidas municipais: o novo objectivo de um número cada vez maior de movimentos de protesto em todo o mundo é abrir guerra contra todas as formas de dívida ilegítima.

Na internet, já se encontram vários vídeos apelando à anulação das dívidas.

O movimento já é mundial, mas o impulso vem dos Estados Unidos, onde existe uma realidade possante que não pode ser negada: a greve da dívida já está de facto a tomar lugar.

Vale a pena continuar a ler o artigo completo, no Global Voices:
Movimento Occupy convoca "Greve à Dívida" em todo o mundo

Galeria
Movimento Occupy convoca “Greve à Dívida” em todo o mundo

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias