Manifestos contra as privatizações da ANA e da TAP

Depois de ler o "Manifesto de economistas contra as privatizações da ANA e da TAP"
[ http://entreasbrumasdamemoria.blogspot.pt/2012/12/manifesto-de-economist... ]...

Entre patriotismos e nacionalismos de vária ordem que desvalorizo, o texto não é mau. É bom. Acrescentaria uns ângulos algures entre montante e jusante:

um eventual 4º ponto:
Seja qual for a noção de "sectores estratégicos" de cada um, esvaziar o Estado é esvaziar 12 milhões de proprietários.
Por outras palavras, 12 milhões de privados interessam sempre mais aos 12 milhões que 1 ou uma centena de accionistas escondidos ou não escondidos em sociedades anónimas ou menos anónimas, tanto faz para o caso, e independentemente da sua nacionalidade.

um eventual 5º ponto:
Não existe privatização sem o potencial do lucro. Se pode dar lucro ou se dá lucro, que dê lucro aos 12 milhões, ou seja, ao Estado. Este princípio aplica-se a qualquer privatização e só não o vê quem não quer.

um eventual 6º ponto:
Na queda da era ultra-liberal e nas ruínas do capitalismo é um atentado à inteligência de qualquer um repetir o memso registo de submissão cega no deus mercado, exorcista e salvador de um qualquer bem comum que é tudo menos bem e tudo menos comum - por algum motivo se chama privatização. Esconder o saque atrás da dívida ou da troika é como Obama oferecer uma arma de fogo a cada criança para fazer frente ao seu homicida. É estúpido, é burro, mentiroso e reaccionário, tão reaccionário como os que votaram por reflexo contra Sócrates, ou pior ainda, os que votaram conscientes da escolha.

um eventual 8º ponto:
A CRP. Esta proposta de privatização, como a da RTP, tambem é inconstitucional. Nada impede constitucionalistas - estejam onde estiverem - de esvaziarem o que resta do Aníbal, do Relvas, do Passos Coelho, do Paulo Portas, do Vitor Gaspar e restantes amiguinhos.
Cavaco não lhes pediu a opinião, mas a opinião não tem lugar definido e não se confina aos protocolos que nada mais são que armadilhas contra a CRP, e sobretudo, contra nós. Que se lixe o protocolo e se esvazie o conteúdo que lhes resta, já que a legitimidade já perdram há muito. O OE2013 não passará! Se a democracia deve idealmente ser flexível e adaptar-se, está aqui uma oportunidade para mostrar onde.

um eventual 9º ponto:
"Privatizem a puta que os pariu."
(nada contra as/os/xs as profissões e profissionais do sexo. tudo a favor.)

last but not least, um eventual 10º ponto:
Para se perceber o ridículo da proposta deste governo PSD+CDS fascista (desculpem a redundância), alguém disse o guarda redes do Sporting (e da selecção nacional) vale 20milhões de euros.

Galeria
Manifestos contra as privatizações da ANA e da TAP

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias