Grécia: Rusga policial aos Okupas da Villa Amalias, Atenas

  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: INSERT into captcha_sessions (uid, sid, ip_address, timestamp, form_id, solution, status, attempts) VALUES (0, '3qgeij6otmn4kd1k0d58vvrin5', '50.16.130.188', 1406674471, 'comment_form', 'ac69e9f0c569469d859cb01042ea1ce5', 0, 0) in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.inc on line 99.
  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: UPDATE captcha_sessions SET token='f9b3841380202aa50e8e9bbf8c4ff7c9' WHERE csid=0 in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.module on line 216.
  • user warning: Table './drupal_indymediapt/captcha_sessions' is marked as crashed and last (automatic?) repair failed query: UPDATE captcha_sessions SET timestamp=1406674471, solution='1' WHERE csid=0 in /usr/share/drupal6/sites/all/modules/captcha/captcha.inc on line 111.

Uma vez mais o Estado tenta aterrorizar, através de investidas policiais súbitas, os espaços auto-organizados de Okupas.

Os Okupas da Villa Amalias estão sediados num edifício da Rua Heyden e Acharnon há 22 anos. Nesse espaço têm lugar centenas de eventos de carácter político e cultural (concertos, performances teatrais, projecções, etc), ali a cultura anti-comercial encontrou o seu lugar, por oposição à venda e ao lucro. É agora bastante claro, depois de tantos ataques diários contra o movimento anti-autoritário/anarquista, que as forças anti-sociais do autoritarismo económico e politico visam silenciar o movimento, limitando a discussão pública numa agenda que é dominada exclusivamente por órgãos de comunicação mainstream e pelos nazis, proibindo ações auto-organizadas que são despoletadas pelas bases e fora dos partidos políticos.

De acordo com a informação publicada na Athens Indymedia, 8 camaradas Okupas foram detidos, e está a ser desencadeada uma busca ao edifício pelas forças de repressão do estado. 200 pessoas reuniram-se, num gesto de solidariedade, na Rua Acharmon, em frente ao edifício ocupado.

Expressamos a nossa solidariedade com Villa Amalias e com os camaradas que lutam neste espaço social livre.

PS: Constatamos o júbilo dos lacaios do sistema, ao ver a aliança entre os blogs da extrema-direita e os órgãos de comunicação mainstream, por um lado caluniando e, por outro lado, felicitando o "sucesso" desta repressão pelo estado.
Prometemos que este festim dos inimigos da sociedade não durará para sempre!

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias