Governo assume que já espera o dobro da recessão prevista para este ano

O ministro das Finanças afirmou hoje que irá rever em baixa as projeções macroeconómicas para 2013, apontando para uma revisão em baixa de 1 ponto percentual da atividade económica, resultado de uma recessão maior que a esperada em 2012.

“Os desenvolvimentos do quarto trimestre de 2012 terão um impacto negativo na atividade económica do ano corrente. Como habitualmente, haverá uma revisão das perspetivas económicas no sétimo exame regular, que tem início já na próxima segunda-feira. Neste momento, o meu julgamento provisório aponta para uma revisão em baixa da previsão da atividade económica da ordem do 1 ponto percentual”, afirmou.

A previsão do Governo apontava para uma recessão económica de 1% do PIB este ano, podendo ser assim piorada para o dobro.

O governante, que falava na comissão parlamentar de orçamento, finanças e administração pública, justificou estas alterações com a queda maior que a esperada no Produto Interno Bruto verificada no quarto trimestre de 2012, o que levou a uma recessão estimada nos 3,2% do PIB, pior que os 3% esperados pelo Governo e pela ‘troika’.

A revisão das projeções será feita como habitualmente em conjunto com a ‘troika’ durante a sétima avaliação que começa segunda-feira, e precisa de ter aval das instituições internacionais.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico e roubado de http://www.ionline.pt/dinheiro/governo-assume-ja-espera-dobro-da-recessa...

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas
PublicarMelodias