BICICLETADA ANTI-FRACKING E NÃO-CONVENCIONAIS! – FRACK M’ISTO!

Rolar como Força Maior!
Gás e petróleo? Nem aqui nem em nenhum lugar

Viana do Castelo – Vila Real de Santo António, 13 Junho 2016

Parece-mos entender o valor do petróleo, madeira, minerais, e da habitação, mas não percebemos o valor da beleza crua, da vida selvagem. Há centenas de anos que povos indígenas levantam-se para se defenderem, defenderem a natureza. Nós decidimos realizar esta viagem para defendermo-nos, defender os Oceanos, aquíferos e os solos contra a exploração de energias fosseis, que destroem tudo à sua passagem deixando paisagens de deserto e praias negras de morte. Vamos rolar para difundir informação, debater ideias, unir lutas, criar mais informação coletiva, criar redes!

O maior derrame de petróleo de sempre, foi de uma exploração as altas profundidades (deep off-shore) também conhecido como Deepwater Horizon oil spill, protagonizado pela British Petroleum (BP), no Golfo do México. O (des)governo português anuncia que assinou contractos de concessões com grandes multinacionais do petróleo, estas prometem começar a perfurar este ano.

No Bombarral, Cadaval, Alenquer, Alcobaça, Aljezur, Tavira e Serra da Ossa/Estremoz encontram-se reservas de gás de xisto, que só são extraíveis através da técnica da Perfuração Horizontal de Fracturação Hidráulica, conhecido internacionalmente como Fracking.

Das últimas notícias sobre o fracking ouvimos, explosões colossais de dezenas de camiões em poços de fracking, e de comboios de transporte de gás no Canadá. Terramotos constantes em Oklahoma e aqui perto em Montiel (Albacete). Na Califórnia uma fuga de gás natural está a libertar desde Outubro mais de 50.000 kg de metano por hora para a atmosfera, o equivalente à poluição causada por 5 milhões de vacas, e que já obrigou ao realojamento mais de 2000 pessoas. Os rios são contaminados, pegando fogo...

Os engenheiros não conseguem controlar as suas experiências gananciosas com a energia do planeta terra. Como dizem as tribos: “Se te tirassem todo o sangue e os ossos de dentro de ti, como irias sentir-te? O petróleo é o sangue do planeta, os minerais os ossos.”

Queremos partilhar a aprender todo o conhecimento das populações por onde passarmos. Conhecer as energias respeitadoras dos animais, plantas, rios e ecossistemas (onde nos incluímos como espécie). Recolher o conhecimento, as energias e depois divulgar, unir, criar.

Apelamos aos nossxs colegas rebeldes de todo o mundo que se unam contra o fracking, um dos vários atentados do capitalismo. Destruir tudo, ficar com os lucros. Vamos resistir a este Ecocídio, que intrínsecamente provoca Genocídios.

Este evento depende a participação, colaboração e apoio mutuo. Será financiado pelos participantes e por quem apoiar pelo caminho.
Não procuramos doações, preferimos participações!

http://bicicletada.colectivo1000101.org/pt/

Galeria
Cartaz

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas