Grécia 13/03/2017: Governo Syriza despeja dois Centros Sociais que albergavam Refugiados

Milhares de pessoas sairam à rua em solidariedade com as ocupações atacadas pela polícia.

Ontem, em Atenas, duas ocupações foram atacadas pela polícia e os seus ocupantes despejados à força. Movimentos sociais responsabilizam o governo de "esquerda" do Syriza pelo despejo de estes dois Centros Sociais Ocupados. Mais de 200 pessoas foram detidas durante os despejos, cerca de 100 já foram liberadas.

As ocupações eram principalmente compostas de refugiados e imigrantes. Os refugiados com documentação foram liberados, os que não têm são considerados "não-cidadãos" e serão enviados para "hotspots".

OCUPAÇÃO DE ACHARNON

A ocupação de Acharnon foi o primeiro exemplo de auto-organização directa e autónoma feita única e exclusivamente por refugiados sem a presença e participação de activistas locais.

OCUPAÇÃO DE Villa Zografou

O parque e castelo ocupado de Villa Zografou, na área de Zografou, eram um centro social importante de um bairro com o envolvimento muito forte na insurreição de 2008. Um centro importante de organização dos movimentos que surgiram até à revolta final de 12 de fevereiro de 2012.

POLÍCIAS DESTROEM CENTRO SOCIAL E ROUBAM 600 EUROS

O Estado grego também invadiu um centro auto-organizado na cidade de Agrinio. Os policiais destruíram o local e roubaram 600 euros. Milhares de pessoas protestaram em Atenas contra os despejos. Os confrontos explodiram depois que os policiais atacaram a manifestação com bombas de gás lacrimogêneo.

"A repressão ao movimento de libertação social e a destruição dos espaços ocupados de refugiados e imigrantes não serão deixadas sem resposta", afirmam os militantes locais.

Via: http://bit.ly/2mnjUoC e http://bit.ly/2mIg5gl

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas