[Sérvia] Autoridades recusam-se a distribuir comida, agridem refugiados e proíbem orações

Relato da Ana Perpétuo, voluntária portuguesa que trabalhou 3 meses nos campos de refugiados na Sérvia: “Os gajos do comissariado informam que não vão distribuir comida hoje, ontem também não distribuíram. Bateram num rapaz sírio e ameaçaram que se eles fizerem protestos chamam a polícia e mandam-nos para Preservo, o pior campo de todos porque é fechado e é dali que são deportados.

Ontem durante as oraçoes, tb os proibiram de rezar. Estava um miúdo a rezar fora do quarto e houve um gajo que chegou la a ameaça lo que se continuasse o mandava tb para Preservo”

No vídeo podemos ver o comissariado a ameçar refugiados no campo de Karnijca (perto de Belgrado)

Entrevista a voluntária junto dos refugiados, Ana Perpétuo: https://youtu.be/H4IeTXCsyC4

CONDIÇÕES NO CAMPO DE REFUGIADOS

Relato da Ana: Não há água quente para tomar banho, todos os dias deslocam-se ao rio para o fazerem, pelo menos enganam-se a eles próprios, fingindo uma actividade lúdica, que é uma necessidade. Preferem fazê-lo no rio do que no campo, as condições são melhores.

Ali existem máfias locais, que todos os dias batem, naqueles que encontram fora do campo.

Ali a polícia patrulha constantemente a área que circunda esse mesmo campo, e ameaça com idas para Preservo ( um inferno bem pior na fronteira com a Macedonia).

Ali, não estão autorizados a usar a cozinha do campo, para cozinhar, pelo que se deslocam para fora dele, para fazerem a sua comida.

Ali existe uma cela, onde são fechados 24 horas sem comida e água, como forma de punição sabe se la de quê.

Ali, os animais que trabalham para o comissariado, exercem violência sobre as mais variadas formas: batem, humilham, fazem jogos psicológicos.

Ali, dormem amontoados, em pavilhões.

Ali, existe uma nova forma de segregação racial: para se deslocarem à cidade, têm de pagar 400 dinares por bilhete. Quando não têm dinheiro, nem sequer os deixam entrar no autocarro, antes existia um autocarro do campo para Belgrado, agora deixou de haver. Precisam vir à cidade, para terem acesso ao seu dinheiro.

Ali, é mais um inferno na terra, com o qual poucos se importam ou querem saber.

vídeo: https://www.facebook.com/guilhotina.info/videos/1308176855965454/

Para ajudar os esforços independentes da Ana e Nuno:

Donativos por Paypal:
https://www.paypal.me/calorTuga

Por transferência:
Nome: Nuno Felicio
IBAN: PT 50 0065 0922 00073760003 74
SWIFT/BIC: BESZ PT PL

Guilhotina.info

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas