Estado perdoa 630 milhões de euros à banca na resolução do BES

Apesar das garantias dadas por Marcelo rebelo de Sousa no passado mês de Abril, o empréstimo de 3900 milhões de euros ao Fundo de Resolução (FR) que o Estado deu para “ajudar” o Banco Espírito Santo (BES), implica, actualmente, um perdão de “cerca de 630 milhões de euros” aos bancos.

Segundo um estudo encomendado pelo Parlamento a pedido do PCP, o contrato inicial, que indicava que não deveria haver quaisquer custos adicionais para os contribuintes decorrentes da resolução do BES, foi sofrendo alterações mais favoráveis aos bancos de modo a não destabilizar as suas contas. (info via: http://bit.ly/2uI8Ut1)

MARCELO GARANTIU QUE CONTRIBUINTES PODEM FICAR DESCANSADOS COM A SOLUÇÃO PARA O NOVO BANCO

No passado mês de abril, em Cabanas de Viriato, concelho de Carregal do Sal, Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que o Estado não entra com garantia na venda do Novo Banco. "Podem ficar descansados de que a solução encontrada, que é na linha do Governo anterior, é de não haver garantia do Estado, não haver responsabilidade do Estado, mas do Fundo de Resolução", sustentou o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa. (info via: http://bit.ly/2uPnGiw)

A AMIZADE ENTRE MARCELO E RICARDO SALGADO

Marcelo Rebelo de Sousa foi uma das pessoas que ajudou a promover encontros entre os Durão Barroso e Ricardo Salgado. Resultado: depois de derrotado, em 1996, para a liderança do PSD (por Fernando Nogueira) José Manuel Durão Barroso tornou-se consultor do BES, com gabinete num palacete perto do Jardim da Estrela, em Lisboa, carro e motorista.

Em Janeiro de 2004, Ricardo Salgado convidou para jantar em sua casa, no Estoril, três casais: Durão Barroso (então primeiro-ministro) e Margarida Sousa Uva, Aníbal e Maria Cavaco Silva e Marcelo Rebelo de Sousa, com Rita Amaral Cabral, que viria a ser administradora não executiva do BES. “O encontro serviu para pressionar Cavaco a candidatar-se às próximas eleições presidenciais”, escreveria o ‘Expresso’ na primeira página.

Mais info sobre “RELAÇÕES ENTRE PS, PSD E CDS-PP COM O BES”:http://bit.ly/2tm0jst

Fonte

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas