Julgamento de Rafael Braga é adiado após dois desembargadores votarem contra o Habeas Corpus

Desembargador Luiz Zveiter pede vistas e adia o julgamento do Habeas Corpus de Rafael Braga após os outros dois desembargadores da câmara criminal votarem pela manutenção da prisão.

Mesmo tendo sido defendido com vigor pelo advogado do Instituto de Defesores dos Direitos Humanos, o habeas corpus em prol de Rafael Braga foi negado pelo voto da relatora Kátya Monnerat e também pelo desembargador Antonio Jayme Boente que acompanhou a posição da relatoria, já o desembargador Luiz Zveiter resolveu pedir vistas no sentido de avaliar se existem formas alternativas para o cumprimento da sentença.

O advogado Lucas Sada, responsável pela defesa, ainda mantém a esperança de um voto favorável de Zveiter que possa vir a mudar a posição do desembargador votante que acompanhou a relatora, ou até mesmo, uma mudança no texto apresentado pela mesma. “A princípio ele deve apresentar esse voto na próxima sessão e a nossa expectativa é a de que ele, apresentando um voto pela concessão da ordem, um dos dois demais desembargadores altere seu voto, ou talvez os dois, e a gente possa conseguir colocar o Rafael em liberdade” afirmou Sada.

Rafael Braga vem sofrendo uma série de perseguições políticas desde de 2013, sendo esse o primeiro momento que o levaram a um prisão, nitidamente forjada, por estar portanto numa manifestação pinho sol e água sanitária(Rafael era catador) segundo informações prestadas pela PM no inquérito com intuito de fazer material explosivo, fato descartado pela perícia. Posteriormente quando cumpria essa sentença já em regime semi-aberto foi novamente levado a prisão, desde vez por estar com uma pequena quantidade de drogas, situação essa negada por diversas testemunhas e pelas demais evidências contidas no processo. Ainda assim o jovem foi novamente condenado, dessa vez numa sentença desproporcional de mais de treze anos por associação ao tráfico.

Desde do início de sua via crucis Rafael Braga vem sendo acompanhado por diversos ativistas dos movimentos sociais que chegaram a criar uma campanha Pela Defesa de Rafael Braga nas redes sociais: https://www.facebook.com/liberdaderafaelbragavieira/?fref=ts.

Curta metragem realizado pela MIC/Mariachi sobre a primeira condenação de Rafael Braga: https://www.youtube.com/watch?v=XzCaJwFnljI

http://midiacoletiva.org

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas