Apelo de Solidariedade

Ter dívidas em Portugal não é crime… para quem goza de impunidade, como a Igreja Católica!

No dia em que as trabalhadoras do CSPM foram confrontadas, por carta registada enviada pela presidente da Comissão Administrativa (ou será Comissão Liquidatária?), do seu despedimento e simultaneamente da sua situação de desemprego… uma carta que aponta como razão para este despedimento o art. 343º b) e art. 346º nº2 e 3 do CT, ou seja, a caducidade do contrato colectivo do trabalho, o que é uma falácia, ao fim do dia, as trabalhadoras receberam um mail a informar que o pedido de insolvência do CSPM “por absoluta impossibilidade de honrar os seus compromissos financeiros (…) a insolvência determina a impossibilidade de se pagarem as retribuições do mês de Agosto de 2017 por insuficiência de fundos a todos os trabalhadores.” (CA, 30 de Agosto de 2017).

Fonte segura afirma que na conta do CSPM havia dinheiro suficiente para o pagamento dos ordenados das trabalhadoras…

Na passada terça-feira feira, ao ser confrontada pelas trabalhadoras, a Comissão Administrativa assegurou perante a presença dos responsáveis do Centro Social da Sé Catedral do Porto, que iriam proceder ao pagamento do mês de Agosto…

Mais um plano maquiavélico desta Comissão Liquidatária???

Mais uma vez, quem menos é responsável por todo este processo macabro…, é vítima duplamente! Presente hipotecado! Futuro hipotecado!

Ter dívidas em Portugal parece não ser crime, quando se trata de uma entidade como a Igreja Católica/Diocese do Porto que goza de impunidade perante os seus pecados!
Pecados que têm valores e que por trás deles, têm rostos…

Rostos de mulheres que exerceram as suas funções numa instituição que surgiu para garantir serviços sociais a uma comunidade esquecida e fragilizada…

Mulheres com famílias, Mulheres sozinhas, Mulheres com responsabilidades financeiras… que um dia antes do encerramento do CSPM de confrontaram com a ausência do seu ordenado, para muitas, a única fonte de rendimento.

Os pecados que estão em causa são muitos…

• Subs de Natal 2014
• Subs de Natal 2015 (50%)
• Subs Férias 2015
• Subs Férias 2016 (50%)
• Subs Natal 2016 (50%)
• Subs de Férias 2017 (50%)
• Proporcionais de Janeiro de 2017 a 31 de Agosto de 2017
• Ordenado de Agosto 2017
• Indeminizações correspondentes ao tempo de serviço exercido no CSPM

É completamente execrável a actuação desta CA que pune quem menos deveria ser punido!!!!

As trabalhadoras estão completamente revoltadas, indignadas… perante este plano maquiavélico e perante a impunidade dos pecadores, que as coloca duplamente em situação de fragilidade.

As trabalhadoras informam que irão realizar uma conferência de imprensa, hoje às 16 horas no edifício da Infância, Rua Cidral de Baixo nº 26.

As trabalhadoras do CSPM de Miragaia
31 de Agosto de 2017
https://www.facebook.com/Movimento-pelo-Cspm-Miragaia-N%C3%83O-AO-ENCERR...

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas