#Kurdistão Convite para a Grande Marcha “ Liberdade para Ocalan – Defesa da revolução no Kurdistão”

#Kurdistão Convite para a Grande Marcha “ Liberdade para Ocalan – Defesa da revolução no Kurdistão” de #Luxemburgo até #Estrasburgo de 8 a 17 de fevereiro 2018

Queridas/os amigas/os,
Desde a Grande Marcha do ano passado, conseguimos vitórias importantes na nossa luta por uma sociedade livre sem Estado, poder ou violência. Através do seu compromisso com a democracia radical, a ecologia e a libertação da mulher, e graças à sua abordagem visionária, o movimento de libertação kurdo converteu-se numa peça chave no Médio-Oriente. Depois da libertação de Raqqa, ex-capital do Estado Islâmico, o exemplo prático da Federação Democrática do Norte da Síria está a ganhar cada vez mais forma.

Não só no Kurdistão e no Médio-Oriente, o Movimento Kurdo reúne pessoas de diversas origens que se opõem à política de divisão e governo habitual. Este é também o caso na Europa, como foi possível ver durante a ultima cimeira dos G20! Em contraposição com a afirmação “Não há alternativa”, Rojava mostra-nos que um mundo diferente é possível.

Com cada passo até à liberdade, sentimos a repressão um pouco mais. Estamos a passar por momentos de grandes oportunidades, mas também de grande perigos. Portanto, gostaríamos de convidar-te à nossa segunda Grande Marcha, do dia 8 a 17 de Fevereiro de 2018, desde o Luxemburgo até Estrasburgo. Dois grupos começaram a sua marcha até Estrasburgo simultaneamente e se unirão para uma grande manifestação em Estrasburgo com amigas/os de toda a Europa.

O objetivo principal da nossa Grande Marcha é criar consciência sobre a situação no Kurdistão e de Abdullah Öcalan. O caso de Abdullah Öcalan não pode ser separado da questão kurda. Não lhe permitem falar com os seus advogados ou familiares. Esta injustiça mantêm-se desde há 18 anos! O objetivo do seu isolamento total é desacredita-lo e evitar que as suas ideias cheguem ao mundo. Para alcançar estes objetivos, o governo do AKP e o Estado turco estão a impor o isolamento total de Öcalan desde abril de 2015. Existem noticias preocupantes sobre a saúde do líder do povo kurdo, Abdullah Öcalan. Os recentes rumores e discussões na imprensa turca sobre se continua vivo, criaram uma grande preocupação entre os kurdos e seus amigos na Turquia, Médio-Oriente e Europa.

Esperamos que participes na nossa marcha porque quanto maior seja a participação, maior será o impacto. Durante a nossa marcha de Luxemburgo a Estrasburgo, que durará dez dias, organizaremos reuniões, seminários e oferecemos entrevistas. A nossa marcha também está dirigida à Comissão Europeia e ao Comité Europeu para a Prevenção da Tortura, com o objetivo de recorda-lhes as suas responsabilidades. Convidamos a todos os grupos que lutam pela democracia, a liberdade, a justiça, a paz e os direitos humanos a juntarem-se à nossa marcha, ou enviar mensagens de solidariedade.

Envia-nos um e-mail antes de 1 de Janeiro de 2018: langermarsch2018 [em] riseup [dot] net
Esperamos que nos digas como poderás participar. Assim que recebermos o teu e-mail. Terás informações mais detalhadas, datas exatas e uma agenda de eventos. Alguns amigos serão os responsáveis da comunicação com os participantes, a coordenação do cronograma detalhado e a informação sobre logística e alojamento.

Resumo:
- Grande Marcha de 8 a 17 de fevereiro de 2018 de Luxemburgo a Estrasburgo
- Viagem ao ponto de partida no dia 7 de Fevereiro de 2018 de Saarbrücken, Frankfurt, Luxemburgo, Baden-Baden
- Manifestação dia 17 de Fevereiro de 2018 em Estrasburgo com amigas/os de toda a Europa
- Concertos, comités e seminários em temas como Confederalismo Democrático, Jineolojî, Internacionalismo e Democracia Universal todas as noites
- Sapatilhas adequadas para a marcha. Sacos de dormir necessários; se não tens, podemos proporcionar-te um.

Comité de Liberdade para Ocalan e Prisioneiros Políticos

via Guilhotina.info

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas