Nasce novo coletivo estudantil no Porto - RELL-Porto

«Nasce hoje um coletivo focado no mundo estudantil: o RELL-Porto, federado com outros coletivos do RELL - Resistência Estudantil Luta e Liberdade.

A necessidade de criar um núcleo no Porto, resulta das inquietações de um grupo de estudantes, quanto à precariedade de recursos, dentro do Estado português, face à inexistência de um movimento de estudantes consciente e organizado.

Somos um coletivo antiautoritário e horizontal, isto é, não temos líderes nem cargos de poder. As nossas decisões são tomadas em assembleia, sendo que a nossa organização é regida pela autogestão. Defendemos o apoio mútuo e a ação direta como metodologias.
Consideramos necessário criar assembleias de base, isto é, em que todas as estudantes participem sem necessidade de representantes. Defendemos que, o combate às desigualdades, e às injustiças da sociedade que nos afetam, só poderá resultar da ação dos próprios estudantes. Opomo-nos por isso à instrumentalização dos estudantes, por parte de grupos políticos, que querem controlar e aproveitar-se das nossas lutas, adiando eternamente o confronto com as instituições dominantes.

Nada esperamos dos burocratas do parlamento ou dos dirigentes da FAP, todos eles militantes das juventudes partidárias, que só estão interessados em subir na carreira. Rejeitamos por isso a filiação a qualquer partido, da esquerda à direita.

A curto prazo, queremos conseguir mudar o que mais afeta o sistema educativo: lutar contra as propinas; a longo prazo procuramos construir uma sociedade sem hierarquias; uma sociedade participativa, de todas e para todas. Com a consequente abolição dos sistemas de dominação patriarcal e capitalista.

Apelamos às estudantes universitárias a participar, para tratar os diversos temas que nos afetam, entre eles: a inflação do preço das habitações para estudantes (gentrificação), os elevados custos de acesso às universidades e das matrículas, pagamento de taxas para fazer exames de recurso e os juros sobre pagamentos atrasados, endividamento das estudantes, ou inclusive, a necessidade de melhorar os serviços das cantinas.

Assim mesmo, também desejamos ter ao nosso lado estudantes do ensino secundário, para as preparar para combater as propinas e apoiá-las nas suas lutas contra: os exames nacionais, o elevado número de alunas por turma e as condições estabelecimentos de ensino.

LUTAR PARA ESTUDAR!
ESTUDAR PARA LUTAR!
#AltPT #antipropinas #açãodireta»

Vê o vídeo

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas