35 pessoas foram até ao bairro 6 de Maio e, juntamente com os/as moradores/as, opuseram-se às demolições

A 18 de janeiro, cerca de 35 pessoas foram até ao bairro 6 de Maio e, juntamente com os/as moradores/as, opuseram-se às demolições, encostando-se às casas que iriam ser demolidas. A polícia tentou ainda, sem sucesso, demover as/os activistas. A polícia retirou e as demolições foram interrompidas. A Câmara da Amadora foi novamente pressionada a arranjar soluções. Evitou-se assim que o Sr. António Sanhá, o Aline, e outras famílias, ficassem na rua sem qualquer solução. As/os activistas fizeram a diferença! A mobilização foi, é, e continuará a ser fundamental, no Bairro 6 de Maio ou em outros locais para parar os despejos. Parabéns a todos e todas que foram ao Bairro 6 de Maio para resistir com os moradores/as. Partilhem esta nossa pequena grande vitória com outras/os!! Vale a pena resistir!

Vídeo

via Habita

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas