Marielle foi assassinada

Marielle, a representante política da Esquerda Socialista mais votada no Rio de Janeiro, foi assassinada. Direta ou indiretamente, a responsabilidade parece cair sobre o Aparelho de Estado do Rio de Janeiro (sob intervenção federal).

A vereadora Marielle Franco do PSOL do Rio de Janeiro e o motorista Anderson Gomes foram executados a tiros, ontem dia 14 de Março na zona da Lapa no Rio de Janeiro.

Mulher Negra Lésbica, nasceu numa das maiores favelas do Rio de Janeiro,o Complexo da Maré. Socióloga de formação, coordenou a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A vereadora esteve envolvida com várias organizações não-governamentais, como a Brazil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (CEASM). No passado Domingo denunciou publicamente a intervenção da Polícia Militar na favela de Acari "Precisamos gritar para que todos saibam o está acontecendo em Acari nesse momento. O 41° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro está aterrorizando e violentando os moradores. Nessa semana, dois jovens foram mortos e jogados em um valão. Hoje, a polícia andou pelas ruas ameaçando os moradores. Acontece desde sempre e com a intervenção ficou ainda pior”.

Marielle, Militante, uma porta voz da resistência.
"Mais um corpo negro é vítima de um estado racista e misógeno!"
ATO PÚBLICO ACONTECE NO PORTO em frente ao consulado do Brasil em solidariedade com as brasileiras e os brasileiros, com todos o atos públicos que estão a ser convocados no Brasil: o mundo não se cala!

Solidariedade Feminista
"O feminismo brasileiro hoje não é só jovem e empoderado. O bonde das feministas históricas e o bonde das feministas hashtag dialogam na construção das ações. O feminismo como um todo é plural, diversificado e capaz de produzir convergências". 08-01-2018 Marielle Franco.

Notícia

Comentários

Opções de visualização dos comentários

Seleccione a sua forma preferida de visualização de comentários e clique "Guardar configuração" para activar as suas alterações.

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas