#altPT Apelo que nos chega do Sindicato dos Trabalhadores de Call Center em Tás Logado?

#altPT Apelo que nos chega do Sindicato dos Trabalhadores de Call Center em Tás Logado?. Os trabalhadores da Konecta Lisboa farão esta quinta uma greve e concentração contra o despedimento ilegal de três companheiros sindicalistas activos.

Segue o apelo completo:

"Na próxima Quinta-Feira, 5 de Julho, os trabalhadores da Konecta Lisboa farão greve. Contestam o despedimento ilegal de três colegas que eram sócios activos do Sindicato dos Trabalhadores de Call-Centers (STCC) que se destacavam na luta dos seus direitos. Estes trabalhadores, a maioria espanhois, contratados a termo incerto durante anos a fio, sempre ameaçados de despedimento, têm outras reivindicações: efectivação ao fim de uma ano de contrato, aumento de 50€ e que a Konecta respeite as leis laborais portuguesas.

Estes trabalhadores prestam serviço, através da Konecta Portugal, para a Vodafone Espanha, a partir de Lisboa. Atendem chamadas do mercado espanhol, mas com os salários portugueses, abaixo do salário mínimo do país vizinho. Este é apenas um exemplo das muitas empresas de call-centers em Portugal que contratam trabalhadores de outros países, para trabalhar para Espanha, França ou Alemanha, recebendo sempre muito menos que nos países de origem. Empresas como a Konecta usam e abusam do facto dos trabalhadores não conhecerem as leis ou a língua do país, para impor mais precariedade e verdadeiro terrorismo psicológico. Na Konecta era dito aos trabalhadores que havia uma “norma” que os impedia de se sindicalizar, pois seriam despedidos, o que obviamente é ilegal.

Apesar do clima de medo, os trabalhadores sindicalizaram-se massivamente e começaram a reivindicar os seus direitos. Em particular exigiram o direito aos feriados portugueses, em que eram obrigados a trabalhar como se fosse um dia normal. Os trabalhadores que mais se destacaram nesta exigência foram despedidos pela empresa de forma ilicita no final de Junho.

Contra estes abusos, os trabalhadores e o STCC marcaram uma primeira acção de luta. Na Quinta-Feira, dia 5 de Julho, os trabalhadores farão uma hora de greve, das 12 às 13h. Neste período irão concentrar-se em frente ao local de trabalho, no Edifício Entreposto, nos Olivais (Praça José Queirós, nº1) em protesto. O objectivo é fazer a empresa ouvir as reivindicações dos trabalhadores mas também denunciar o clima de abuso e exploração a que são sujeitos os trabalhadores espanhóis e de outras nacionalidades, para além dos portugueses, nos call-centers. Convidamos os representantes da Comunicação Social a estarem presentes.

Apelamos também a todos os sindicatos, deste e outros sectores, organizações de combate à precariedade, organizações que representem os imigrantes do Estado Espanhol e outras a demonstrar a sua solidariedade, no local ou à distância. Estendemos o apelo às organizações sindicais e movimentos espanholas."

Guilhotina.info

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas