Dois moradores, um turista: assim pode ficar o centro histórico do Porto em caso de lotação dos alojamentos locais

Mais de 70% dos AL estão na união de freguesias do centro histórico, mostra mapeamento feito por colectivo de cidadãos. Há zonas onde o número de habitantes e turistas pode igualar-se — e os hotéis não entram nesta contabilidade.

Se os 4411 alojamentos locais (AL) situados na União de Freguesias do Centro Histórico do Porto estivessem lotados, haveria nesta zona da cidade 20.123 turistas. E isso representa cerca de metade do número de habitantes: 40.440, segundo os censos de 2011. Ou seja, para cada dois moradores, existiria um turista — e nesta contabilidade entram os hostels, mas ficam de fora os hotéis (98 unidades, segundo dados do Registo Nacional de Turismo). As contas foram feitas por Ana Barbeiro, do movimento O Porto não Se Vende e pretendem ser um “contributo para o mapeamento do alojamento local no Porto” que a autarquia diz estar também a arquitectar.

Continuar a ler

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas