NOVA SBE – A faculdade neoliberal à beira-mar plantada

Um grande projecto está a nascer junto do Forte de São Julião da Barra em Carcavelos. É enunciado como o produto de um grande apelo à “sociedade civil”, com uma irrisória contribuição pública. Está quase pronto. É o novo campus da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa. Chamemos-lhe apenas NOVA SBE (School of Business and Economics) – não por traduzir um suposto ar de maior respeitabilidade a nível internacional, mas por nos permitir poupar algumas linhas.

As novas instalações foram financiadas através de uma campanha online – The Campaign for NOVA SBE. Lançada pela Fundação Alfredo de Sousa, uma fundação privada criada para o financiamento e gestão do campus, tem como objetivo angariar 50 milhões de euros. Com a excepção do terreno, cedido pela Câmara Municipal de Cascais, o financiamento baseou-se em dois tipos de contribuições. São elas as individuais, de estudantes, ex-estudantes e cidadãos de bem preocupados; e as empresariais, através de entidades como empresas e fundações.

Continuar a ler

Guilhotina.info

Comentários

Submeter um novo comentário

O conteúdo deste campo é privado e não irá ser exibido publicamente.
CAPTCHA
Esta pergunta serve para confirmar se és uma pessoa ou não e para prevenir publicaçãos automatizadas