França - Ocupações contra a lei do trabalhoEconomia, Movimentos sociais, Repressão

Milhares de pessoas ocupam neste momento a Place de la Republique, na capital francesa. Os manifestantes anunciam que pretendem permanecer na praça pelo menos até domingo e consta que já estão a ser montadas tendas. Há também ocupações em ‎Lyon‬, ‪‎Marselha‬, ‪‎Rouen‬, ‪Grenoble‬, ‪Toulouse‬ e ‪Nantes.
[ACTUALIZADO 06/04/2016 - 12h45]

França
12,380 leituras     0 comentários
Condenação de 17 ativistas pacíficos em Angola é uma afronta à justiçaMovimentos sociais, Repressão

O veredito de condenação e as sentenças de prisão proferidas aos 17 ativistas no julgamento no Tribunal Provincial de Luanda, que chegou ao fim esta segunda-feira, 28 de março, constituem uma afronta à justiça que tem de ser revertida, sustenta a Amnistia Internacional, instando também à libertação imediata e incondicional destes prisioneiros de consciência.

Angola
12,195 leituras     0 comentários
Estado Espanhol: 12 anos de prisão para Monica e FranciscoMovimentos sociais, Repressão

A sentença para Mónica Caballero e Francisco Solar chega a 12 anos de prisão (5 pelas acusações de “lesões” e outros 7 por “danos com finalidade terrorista”).


11,392 leituras     0 comentários
Combustível para a lutaEcologia, Movimentos sociais

A "(renovada) corrida ao ouro negro" aponta, entre outros destinos, para Portugal. A contestação, apesar de aparentemente silenciosa para quem se informe através dos meios de comunicação tradicionais, não tem parado de se manifestar e crescer.


9,710 leituras     1 comentários
Criminalização do anarquismo no Estado Espanhol

No Estado espanhol houve, nos últimos três anos, um total de 48 pessoas detidas sob a acusação de ‘terrorismo anarquista’, 45 delas à espera de julgamento. Mónica e Francisco, dois deles, serão julgados nos próximos dias 8, 9 e 10 de Março. A acusação pede 44 de prisão por terem danificado bancos de uma Basílica e por pertencerem a uma suposta organização terrorista anarquista


10,170 leituras     7 comentários
[JULGAMENTO ADIADO!!] Ana Nicolau em julgamento por expressar opiniãoMovimentos sociais, Repressão

No dia 11 de Março de 2015, um grupo de pessoas interrompeu o então Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho, que falava na Assembleia da República, com gritos de “demissão”. Uma acção que leva agora o estado, através do Ministério Público, a acusar a cidadã Ana Nicolau de “crime de perturbação do funcionamento de órgão constitucional” . O julgamento por Perturbação do Funcionamento de Órgão Constitucional a realizar no Campus de Justiça, em Lisboa, FOI ADIADO.


10,317 leituras     1 comentários
[Coimbra] Encontro de Informação Alternativa (25 e 26 fev.)Arte e Cultura, Movimentos sociais, Poder e autodeterminação, Tecnologia

Depois de algumas conversas entre vários projectos de informação alternativa do território português, sentimos a necessidade de promover um amplo debate em torno do estado dos meios de informação.


10,346 leituras     0 comentários
MAPA | nº12 Fev'Abr 2016

Caderno Terra, Turismo e Território (Colmeal, Troia e Comporta entre uma crítica radical do turismo) | Especial (França): Urgência, Emergência e Excepção | Petróleo: com infografia da (renovada) corrida ao ouro negro | Porto: Novo Rui, Velhos Vícios | O Jogo do Pau: Arte e Engenho | A agricultura na grande encruzilhada | e muito mais...


8,911 leituras     0 comentários
Indymedia de regresso...

Como terão reparado, o indymedia portugal esteve offline durante umas semanas. Isto prende-se com o facto de estarmos a mudar de sevidores.

Para além disso, estamos também a tratar da remodulação do próprio site, correcção de erros de programação, funcionalidades e aspecto geral. Para já, está online a versão ainda não tratada. Brevemente estará online a versão do novo Indymedia Portugal.


11,356 leituras     1 comentários
[França] Texto do apelo à desobediência civil

Um grupo de intelectuais franceses, com o apoio da generalidade do movimento anarquista, que estará presente, lançou um apelo para que o estado de emergência não seja seguido, recusa deixar as ruas ao exército ou à policia e apela a uma manifestação pelo clima já depois de amanhã, domingo, apesar da proibição governamental.
Desobedeçamos ao estado de emergência, manifestemo-nos no dia 29 de novembro!


12,027 leituras     0 comentários
Syndicate content