Repressão e protestos na prisão do LinhóRepressão

Nos últimos dias, cerca de 400 reclusos do estabelecimento prisional do Linhó (Sintra) iniciaram uma greve de fome, assim como outras formas de protesto, contra a degradação do ambiente vivido nesta prisão, que teve o seu clímax em vários espancamentos de presos e na “estranha” morte de um detido no dia 16 de Janeiro.

prisões
21,122 leituras     3 comentários
Entrevista ao indymedia-ptMovimentos sociais

Nesta entrevista realizada pelo colectivo Passa Palavra, o Indymedia Portugal responde a algumas perguntas relativas à sua (re)entrada em funcionamento, desde Novembro de 2009, após uma ausência prolongada. Uma excelente oportunidade para falarmos sobre a história do projecto, bem como para a troca de impressões entre colectivos.

indymedia
16,449 leituras     0 comentários
Não à pena de morte para Mumia Abu-Jamal!Discriminação, Repressão

Mumia Abu-Jamal, um jornalista premiado e autor de seis livros, está no corredor da morte nos Estados Unidos há quase três décadas. Tornou-se num símbolo mundial da luta contra a pena de morte, o racismo e as violações de direitos humanos. Na semana em que foi lançada uma petição ao presidente Obama, o seu advogado veio alertar: “Mumia está em maior perigo do que em qualquer outro momento desde a sua prisão, há 28 anos”.


16,789 leituras     2 comentários
Haiti: para além do sensacionalismo caritárioEconomia, Guerra e Militarismo, Poder e autodeterminação

A 12 de Janeiro, o Haiti foi devastado por um tremor de terra com 7,0 de magnitude. Fala-se de cerca de 200.000 mortos. É certo que a catástrofe tem uma causa natural. Mas o alcance da destruição só foi possível graças a causas políticas. O Haiti é hoje uma nação ocupada, com vários interesses, que não os seus, em jogo.

Haiti
16,225 leituras     5 comentários
AECs do Porto: ensino de garagem, precariedade oleosaEconomia

Nos dias 24 e 25 de Setembro, um conjunto de professores foi chamado a reunir numa garagem. Actualmente, trabalham a «recibos verdes», sem quaisquer direitos e perspectivas de continuidade. Mais do que os outros professores, os professores das actividades de enriquecimento escolar (AEC) espelham uma tendência hegemónica: a de escolas cada vez mais segmentadas e de uma educação pública cada vez mais subfinanciada.


14,036 leituras     0 comentários
El Salvador - capitalismo escreve-se a sangue Ecologia, Economia, Movimentos sociais, Poder e autodeterminação, Repressão

No dia 26 de Dezembro, Dora Alicia Recinos Sorto tornou-se na terceira vítima duma onda de violência contra ecologistas na região Salvadorenha de Cabañas, onde há protestos contra a reabertura da mina de ouro pela empresa canadiana Pacific Rim.

América Latina
13,981 leituras     0 comentários
Governo grego anuncia: “Haverá sangue” Movimentos sociais, Repressão

Perante o aumento exponencial do défice público e a pressão dos grandes investidores transnacionais, o governo grego anunciou estar disposto a levar avante as reformas «necessárias». Aparentemente, por todos os meios necessários.


13,720 leituras     1 comentários
Gaza: um ano depoisGuerra e Militarismo

Em 27 de dezembro de 2008, Israel iniciou um dos mais sangrentos ataques a Gaza desde 1948, utilizando bombas proibidas pela Convenção de Genebra, com urânio empobrecido ou com fósforo branco. Após as três semanas que durou o massacre, o saldo era de 1440 palestinianos mortos, a maioria civis, 5300 feridos (incluindo 1855 crianças e 795 mulheres), 21 mil casas destruídas ou gravemente danificadas, cerca de 50000 desalojados, Gaza reduzida a escombros e todas as infra-estruturas arruinadas.


14,736 leituras     0 comentários
Precariedade no Sapato de Helena AndréEconomia, Movimentos sociais

Antes da Dívida Temos Direitos é uma campanha que pretende chamar a atenção para a injustiça e a ilegalidade das dívidas dos trabalhadores precários à Segurança Social. A campanha tem também servido para unir forças na denúncia de que existem hoje, em Portugal, cerca de 900 mil falsos recibos verdes. No dia 22 de Dezembro, os autores estiveram no Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, onde deixaram uma prenda à respectiva ministra.


10,679 leituras     0 comentários
Portucel «eucaliptiza» MoçambiqueEcologia, Economia, Movimentos sociais, Poder e autodeterminação

O grupo económico português da Portucel-Soporcel está a ultimar negociações com o governo moçambicano para adquirir 200 mil hectares de terrenos para plantar eucaliptos, junto dos quais pretende construir uma fábrica de pasta de papel.

Trata-se, de facto, da externalização dum crime ambiental que as empresas de pasta de papel iniciaram, nos anos 80, em Portugal e que recebeu, na altura, uma enorme contestação.


25,968 leituras     15 comentários
Syndicate content