[7 abril - Porto] Concentração + Desfile pelo Direito à Cidade

Deixando a oferta e a definição de preços ao arbítrio do mercado e dos objectivos de maximização do lucro imediato dos senhorios e imobiliárias, Governo e Autarquia não correspondem à sua obrigação constitucional de fazer cumprir o direito à habitação condigna.
Porque entendemos que o momento de agir é agora, trabalharemos para uma grande concentração pelo Direito à Cidade, seguida de desfile e concertos, a realizar no dia 7 de Abril na Praça da Batalha.


4,610 leituras     2 comentários
Nova plataforma Stop Despejos

Esta plataforma existe para:
. Parar os despejos.
. Defender o direito à habitação.
. Defender o direito das pessoas a permanecerem nos seus bairros.

Se vai ser despejado ou é contra os despejos, venha ter connosco:
Contacto SOS Despejos 920 067 403

Stop Despejos


3,918 leituras     0 comentários
[30-31 março e 1 abril] 2º aniversário da À da Maxada

2º Aniversário da À da Maxada, uma quinta okupada em Setúbal. Com espaços para hortas, música, artes, oficinas, ou uma série de outras actividades, sempre numa perspectiva auto-gestionada, anti-comercial, DIY.

https://adamaxada.wordpress.com/


2,825 leituras     0 comentários
Convite à participação no Encontro Anarquista do Livro do Porto

Nos dias 4, 5 e 6 de Maio decorrerá no Porto o Encontro Anarquista do Livro, um momento de intercâmbio de material, experiências e comunicação. Para além da importância de estreitarmos laços e criarmos redes de cumplicidade entre nós, este encontro pretende ser um espaço de difusão da nossa presença e das nossas ideias. Para tudo isto, lançamos o convite para que partilhem connosco esses dias com as vossas editoras e distribuidoras.


3,394 leituras     0 comentários
[Lisboa/24 março] Rock in Riot - Ocupar as Ruas, Reclamar a Cidade

A cidade é um bem comum, colectivamente produzido por todos os que nela habitam. Um pouco por todo o lado surgem processos de resistência que procuram salvaguardar e organizar os restos de comunidade que sobrevivem por entre a especulação e a comercialização de todos os aspectos da vida.
Apelamos à participação de todos e todas.
Rock in Riot


5,267 leituras     4 comentários
[24 março] Afrin não está sozinha - #WorldAfrinDay

#WorldAfrinDay vai acontecer no sábado dia 24 de Março. Solidariedade com Afrin vai ser ouvida e sentida em todo o mundo para provar que Afrin não está sozinha e que o projecto democrático e anti-patriarcal que está vivo em Afrin vai ser defendido globalmente.
#WorldAfrinDay
Vida longa à solidariedade Internacionalista!
Biji Berxwedana Afrin!


3,276 leituras     3 comentários
[15 março] Concentrações em solidariedade com a resistência de Afrin

Dada a grave situação que se encontra Afrin, cercada pelo exército turco e os seus bandos jihadistas, e depois do apelo internacional realizado a semana passada pelo movimento curdo é necessário demonstrar a nossa solidariedade.

Porto
Lisboa
Coimbra


3,494 leituras     1 comentários
Se Afrin cair... será tarde demais | Chamada para uma campanha mundial de acção directa em solidariedade

Por mais de 6 semanas tivemos de observar o Estado turco atacar e ocupar Afrin, com grupos islamitas como o ISIS e a Al-Qaeda. Nesta campanha de extermínio, os invasores não são dissuadidos pelo bombardeamento deliberado de civis nem pelo uso de armas químicas. Os mercenários islamitas e os soldados turcos fascistas deixam um trilho de devastação, roubo, violações e assassinatos, eles praticam a limpeza étnica do território dos curdos.


3,755 leituras     3 comentários
8M - Portugal

As mulheres são oprimidas, diminuídas e subjugadas desde antes da formação da sociedade actual. Apesar de nós termos passado a ser parte da produção social da vida, incluídas no mercado de trabalho, as bases ideológicas e materiais da opressão permanecem. É por tais motivos que a greve no dia 8 de Março se faz importante. É necessário a união entre as mulheres para travar esta luta diariamente.


4,352 leituras     2 comentários
Erva Rebelde número Dois

Este número da Erva Rebelde dedica-­se exclusivamente ao tema da revolução russa, não para trazer novamente os grandes nomes da História, mas para visitar os outros nomes destas histórias da História. Aquelas pessoas que se envolveram nas actividades anarquistas de 1903 a 1917, aquelas que morreram em 1905, as que foram fuziladas, assassinadas, deportadas, exiladas, as que voltaram com a miragem de uma possibilidade em 1917.


3,341 leituras     0 comentários
Syndicate content