Algo morreu no Egito

Algo morreu no Egito. Não a revolução. Porque através do mundo árabe o povo continua a exigir ser ele, e não seus líderes, o dono do país, mesmo que manchado de sangue. É verdade que morreu a inocência, como acontece após cada revolução. Não, o que expirou foi a ideia de que Egito era a eterna mãe da nação árabe, o ideal nacionalista, a pureza da história na qual o Egito considerava todo o seu povo como filhos.


3,081 leituras     1 comentários
Do terrorismo como estratégia de (sub)desenvolvimento urbano – o bairro de Santa Filomena, Amadora

Mais uma vez, à semelhança do que já havia sucedido num passado recente, Joaquim Raposo, arquétipo de um tipo particular de governação (endémica no território nacional), que ao mesmo tempo que estabelece uma relação de perfeita simbiose com os poderes imobiliários se revela parasitária do desenvolvimento local, mandou afixar no dia 17 de Julho, por intermédio da Polícia Municipal, avisos de demolição no bairro de Santa Filomena, na Amadora. Apela-se à solidariedade.


3,178 leituras     4 comentários
Arguidos da Bela Flor - Processo arquivado (Actualizado 11-07)

No dia 27 de Junho mais ou menos 300 pessoas foram encurraladas e levadas para revista e identificação. Entretanto, o processo foi arquivado "por falta de provas" e essa concentração é desnecessária. Mas mantemos o destaque de mais este momento de repressão e de apelo à solidariedade para que o esquecimento não seja tão fácil.


3,807 leituras     2 comentários
Detidos e feridos na destruição da Horta do Monte

Desde a primavera de 2007 que aquele terreno abandonado foi sendo cultivado colectivamente, sempre ficou aberto a quem passava. Quem mora perto certamente desfrutou neste tempo dos bancos colocados pelos hortelões perante a bela vista daquela horta. Bela demais para não ter dono. A policia entrou hoje na Horta do Monte bem antes das 7h da manhã e agrediu pessoas, deteve outras e destruiu toda a horta.


4,214 leituras     3 comentários
Brasil - Cresce a resistência popularEconomia, Movimentos sociais, Poder e autodeterminação, Repressão

Muitas lutas estão a confluir e a mostrar a cara nas gigantescas passeatas em torno da redução dos bilhetes dos transportes, mas que na verdade mostram e expressam muito mais do que a descontentamento com o transporte. Este grito tornou-se uma voz poderosa de uma multidão que estava engasgada, que não suporta mais o nível de opressão e violência sofrida.

Brasil
3,905 leituras     0 comentários
Paris: Fascistas Não Passarão!

Vídeo da manifestação em Paris em solidariedade com jovem antifascista morto por neonazis. No dia 5 de junho passado, Clément Méric, 18 anos, foi assassinado por um grupo de fascistas em Paris (França).

antifascismo, Paris
3,718 leituras     2 comentários
Musso – Mais um jovem negro morto pela Polícia na Amadora.Discriminação, Repressão

Comunicado da Plataforma Gueto, de 13 de Junho, um dia depois de "Musso", de 15 anos, não ter resistido aos ferimentos infligidos pela polícia.


4,099 leituras     0 comentários
Relato de Istambul: "Em três dias, as pessoas aprenderam a tomar as ruas"Ecologia, Movimentos sociais, Poder e autodeterminação, Repressão

Entrevista a Mehmet Ali Uzelgun, o investigador do ISCTE que participou nos primeiros dias do protesto da praça Taksim e assistiu de perto aos confrontos com a polícia e à resposta da sociedade turca numa poderosa onda de solidariedade e protesto.

Turquia
3,580 leituras     0 comentários
Brasil: Carta dos indígenas na nova ocupação do canteiro de obras da barragem de Belo MonteEcologia, Movimentos sociais

Nós somos indígenas Munduruku, Xipaya, Kayapó, Arara e Tupinambá. Nós vivemos do rio e da floresta e somos contra destruírem os dois. Vocês já nos conhecem,mas agora somos mais. Ocupamos mais uma vez o seu canteiro de obras. E não mande a Força Nacional para negociar por vocês. Venham vocês mesmos. Queremos que a Dilma venha falar conosco.

barragens, Belo Monte, Movimento Indigena
3,298 leituras     0 comentários
1 Junho - Povos Unidos Contra a Troika: Manifestação Internacional

Sairemos à rua, em vários países, Portugal, Espanha, Grécia, Itália, França, Eslovénia, Inglaterra, Alemanha e outros países no próximo dia 1 de Junho: Povos unidos contra a troika! O dia 1 de Junho está a ser divulgado à escala europeia e todos e todas estão convidados a juntarem-se num protesto internacional contra a troika e contra a austeridade, a favor de que sejam os povos a decidirem as suas vidas.


3,391 leituras     2 comentários
Conteúdo sindicado
PublicarMelodias